sábado, 28 de novembro de 2009

CARTA AO PESCADOR

Prezados Pescadores


Venho através desta, expor-lhes uma preocupação que talvez não seja só minha, mas com certeza dos senhores também, a qual é a escassez de peixe nos rios de nossa região.

Não foram poucas às vezes, que sai entusiasmado para realizar mais um belo dia de pescaria e voltei frustrado, por nem se quer ver o sinal de peixe.

Com certeza isso tem acontecido com os senhores também.

Estou indignado, como pode, termos o privilégio de morarmos tão perto de tantos rios maravilhosos, e não encontrarmos nenhum peixe.

O que será que está acontecendo?

Alguns dizem que é por conta das barragens, outros falam que é culpa dos tucunares que “comeram” todos os outros peixes, o que eu acho pouco provável caso contrário não haveria outro peixe na bacia amazônica local de origem do tucunaré. E se for culpa do tucunaré porque não temos uma infestação desta espécie em nossos rios.

Estive pensando, eu não tenho barco ou motor, mas conheço muita gente em nossa cidade que investiu milhares de reais em equipamentos de pesca, sem falar nas despesas em cada pescaria, gasolina, lanche e iscas e etc.

O que faremos com toda essa tralha de pesca, se realmente não houver mais peixes em nossos rios, uma coisa é certa haverá muita oferta, os preços serão convidativos, mas não existirão muitos interessados em comprar estes equipamentos.

Isso será muito triste para uma região que tem tudo para se tornar uma referência em termos de turismo de pesca neste país. E onde cada pescador amador pode lucrar muito com seu equipamento de pesca e o conhecimento que adquiriu em anos de pescaria em nossos rios.

É prezado pescador, talvez seja esse o momento de mudarmos as coisas, e nos favorecermos com isso, o turismo de pesca cresce mais a cada dia e muitas regiões de nosso país tem lucrado muito com isso, nós estamos perdendo tempo e “matando” literalmente os nossos “peixes de ouro”.

Mas ainda podemos reverter esse quadro!

Eu tenho uma idéia que mudaria tudo é você?

Sem mais para o momento.


Marcosfisherman

Um comentário:

Marc.DP disse...

Marcos meu companheiro. Esperar que o governo tome a iniciativa de repovoar nossos rios e lagoas é como acreditar no Papai Noel. Melhor que On gs e Ocips da região tomem medidas que possam produzir peixes juvenis que sejam da fauna do local da soltura e resolva o problema. Aqui, na nossa região, estamos com um projeto junto a população ribeirinha, que receberá alevinos e fará a criação em tanques redes nas margens dos rios e lagoas e ficará com 50% para consumo próprio. Os outros 50% será distribuído nos rios, principalmente o Paraiba do Sul que sofreu um agressão enorme quando do vazamento de milhões de litro de pesticidas que matou todos os peixes, muitas aves e até capivaras de Volta Redonda – RJ, até o litoral onde o rio deságua no mar. Um crime sem precedentes na região.
Existem soluções simples e tanques redes ficam baratos quando construídos com garrafas pet e redes baratas.
Aproveita para conhecer meu blog, fazer a divulgação e deixar sua opinião onde vendo os “quadros de nós de marinheiro” que faço com o maior carinho:
http://quadrodenos-capitaomemo.blogspot.com/
Abrços.